Como utilizar a inteligência artificial na gestão de Recursos Humanos?

Muitos filmes retratam um futuro onde os máquinas dominam (e até eliminam) o ser humano. Não podemos afirmar que isso um dia será uma realidade, mas podemos afirmar que a tecnologia conquista cada vez mais os processos internos das empresas. Uma das áreas mais importantes numa organização é a área de recursos humanos. Este setor trata do capital humano e as tarefas de RH envolvem o tratamento de muitos dados. No artigo de hoje, explicamos como utilizar a inteligência artificial na gestão de Recursos Humanos!

Recrutamento e seleção

Neste campo, a empresa pode utilizar softwares que permitam identificar o candidato ideal. Nos dias atuais, muitos profissionais disponibilizam informações sobre a sua formação e carreira nas redes sociais. Com a ajuda de uma aplicação baseada em Inteligência Artificial, é possível recrutar o profissional ideal. Deste modo, a empresa poupa tempo e dinheiro, pois consegue um recrutamento mais rápido e eficaz. A tendência do futuro é que o recrutamento seja feito com a ajuda de algoritmos que têm como base um vasto conjunto de dados individuais. Os algoritmos terão também um papel preponderante na avaliação dos colaboradores, identificando desvios e diferenças relativamente às médias, indicando as competências que mais se destacam e os pontos que precisam de ser melhorados.

Avaliação dos candidatos

Durante o processo de entrevistas, é possível estabelecer, através da ajuda da Inteligência Artificial, diversos parâmetros que permitem avaliar o desempenho dos candidatos durante as entrevistas e as dinâmicas de grupo. No final do processo, os softwares são capazes de entregar um relatório com o nome dos candidatos mais adequados para a função.

Automatização dos processos

Uma das maiores vantagens da Inteligência Artificial é a automatização dos processos. Na área dos recursos humanos existem muitas tarefas repetitivas que podem facilmente ter erros, nomeadamente de digitação. Com a automatização dos processos a probabilidade de erro reduz de forma drástica e os colaboradores ficarão mais livres para desempenharem tarefas com maior valor acrescentado.

Utilização mais eficiente dos dados

A inteligência artificial ajuda a compilar dados e a analisar experiências diárias, de modo a encontrar padrões e formas de melhoria. Este trabalho, quando realizado pelas pessoas, consome muito tempo e está suscetível a diferentes tipos de erros. Os sistemas de inteligência artificial de análise de dados calculam de forma autónoma a informação de modo a gerar insights imprescindíveis para uma correta tomada de decisão. Com a experiência, as máquinas serão capazes de aprender a fazer previsões de comportamento quer dos colaboradores, quer dos clientes e a probabilidade de haver erros reduz-se drasticamente.

 

O contributo da inteligência artificial para a gestão de TI foi o tema escolhido para a primeira edição do IT PEERS Summit. A IT PEERS propõe o debate sobre o que as ferramentas de inteligência artificial, machine learning, RPA, entre outras, podem fazer pela gestão de TI.

Há uns anos era praticamente impossível pensar que existiriam máquinas capazes de falar e de resolver problemas de forma autónoma. Sempre que se abordavam as questões da inteligência artificial e dos robots, pensavamos num futuro distante e acreditavamos que esse futuro nunca iria chegar. Pois bem, o futuro em que as máquinas são capazes de ajudar o ser humano autonomamente é o presente que estamos a viver! A inteligência artificial é cada vez mais utilizada no dia-a-dia empresarial. Contudo, ainda não está a ser totalmente aproveitada pelas organizações e o IT PEERS Summit visa desmistificar ideias pré-concebidas e discutir até onde pode ir o contributo da Inteligência Artificial na gestão de TI.

Inscreva-se já no nosso evento! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *