Como é que a inteligência artificial pode ajudar os negócios?

IT PEERS

Há uns anos era praticamente impossível pensar que existiriam máquinas capazes de falar e de resolver problemas de forma autónoma. Sempre que se abordavam as questões da inteligência artificial e dos robots, pensavamos num futuro distante e acreditavamos que esse futuro nunca iria chegar. Pois bem, o futuro em que as máquinas são capazes de ajudar o ser humano de forma autónomia é o presente que estamos a viver! A inteligência artificial é cada vez mais utilizadas no dia-a-dia empresarial. Contudo, ainda não está a ser totalmente aproveitada pelas organizações. No artigo de hoje, abordamos as principais formas como a inteligência artificial pode ajudar os negócios!

Mas, afinal, o que é inteligência artificial?

A inteligência artificial é a capacidade que as máquinas têm para pensarem como os seres humanos. Este termo define a sua capacidade de aprender, raciocionar e decidir de forma autónoma e inteligente. Ao contrário do que se pensa, este não é um conceito recente. O conceito de inteligência artificial surgiu pela primeira vez em 1956 por John McCarthy, um professor universitário que usou o termo para descrever um mundo longínquo em que as máquinas seriam capazes de resolver todos os problemas que até então eram resolvidos exclusivamente pelos seres humanos. O mundo longínquo é o nosso mundo de agora!

Principais aplicações da inteligência artificial nos negócios

Utilização mais eficiente dos dados

A inteligência artificial ajuda a compilar dados e a analisar experiências diárias, de modo a encontrar padrões e formas de melhoria. Este trabalho, quando realizado pelas pessoas, consome muito tempo e está suscetível a diferentes tipos de erros. Os sistemas de inteligência artificial de análise de dados calculam de forma autónoma a informação de modo a gerar insights imprescindíveis para uma correta tomada de decisão. Com a experiência, as máquinas serão capazes de aprender a fazer previsões de comportamento quer dos colaboradores, quer dos clientes e a probabilidade de haver erros reduz-se drasticamente.

Eliminação das tarefas repetitivas

A inteligência artificial ajuda a que os colaboradores deixem de perder tempo com tarefas demasiado burocráticas e administrativas. Através de regras, é possível que robots desempenhem a função de assistentes pessoais, dando informações sobre as tarefas do dia-a-dia, reuniões agendas e tempos de viagem. Deste modo, existe uma realocação dos recursos humanos para tarefas de valor acrescentado.

Comunicação mais eficaz e rápida com clientes e leads

Os chatbots são as estrelas da inteligência artificial. Estão ligados à base de dados da empresa e utilizam linguagem comum e adequada para falar com os clientes. São capazes de reconhecer nomes e números de telefone para prever e antecipar o comportamento dos clientes. São sistemas muito inteligentes na medida em que armazenam a informação essencial para poderem encaminhar os clientes para as áreas que eles precisam de consultar. A Ryanair, por exemplo, utiliza já este sistema para falar com os clientes. A vantagem é que através dos chatbots se pode proporcionar uma experiência muito mais personalizada ao cliente, pois todas as suas preferências estão presentes e a resposta acontece muito mais rapidamente.

Automatização de tarefas

Uma das vantagens mais importantes e mais apreciadas da inteligência artificial é a automatização de tarefas. Quanto mais automatizado o trabalho estiver, mais tempo disponível os colaboradores terão para tornar o negócio mais produtivo. A automatização pode ir desde as tarefas mais simples até às mais complexas.

inteligência artificial já está por todo o lado e não há como negar isso! Se há uns anos quando pensávamos em inteligência artificial “viajámos” para um futuro longínquo, hoje podemos dizer que a inteligência artificial já faz parte do nosso dia-a-dia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *