Conheça os erros mais comuns na gestão de TI ( e saiba como eliminá-los!)

A gestão de TI é uma área essencial nas empresas, mas bastante propícia a erros. Como esta é uma área que está em constante mudança e evolução é necessário ter uma capacidade muito grande de adaptabilidade, além de sólidos conhecimentos técnicos. Existem erros muito cometidos que podem prejudicar a empresa seriamente. No artigo de hoje, apresentamos os erros mais comuns na gestão de TI e deixamos dicas importantes para que não volte a cometê-los!

Não valorizar o feedback dos utilizadores

Praticamente todos os colaboradores de uma empresa precisam da área de TI para realizar o seu trabalho diário. O rendimento de uma empresa pode ficar comprometido se a infraestrutura de TI não funcionar como deveria. Assim sendo, é imprescindível que o gestor de TI valorize as opiniões e contributos dos diversos utilizadores, pois são eles os alvos de todas as operações. Desta forma, existirá sempre na empresa uma política de melhoria contínua e essa melhoria acontecerá de forma natural.

Não criar indicadores de avaliação de desempenho

Os KPI’s são uma ferramenta fundamental para todas as áreas de uma empresa. São utilizados para a monitorização da evolução dos projetos e para a descoberta de falhas nos processos num momento precoce. Os indicadores de desempenho podem estar relacionados com tempo médio de atendimento, cumprimento de prazos, tempo de paragem dos equipamentos, entre muitos outros. Cada indicador deve ser encarado como um instrumento de gestão que vai tornar os processos mais produtivos e eficientes.

Não investir (de forma séria) no setor da segurança

Cada vez existem mais ameaças à segurança da informação nas empresas e é necessário que se tomem as medidas necessárias para eliminar, ou pelo menos minimizar, os impactos de um ataque informático. Diminuir a vulnerabilidade dos sistemas deve ser uma prioridade na área da gestão de TI. Infelizmente, as empresas ainda não encaram com a seriedade necessária as ferramentas de proteção de informação e acabam por ser atacadas e sofrer danos, muitas vezes, irremediáveis para a continuidade do negócio.

Não renovar os equipamentos

Como os equipamentos de TI têm na maior parte dos casos um valor muito elevado, as empresas acabam por deixar de adquirir novas versões de softwares e de equipamentos. No entanto, esta prática não é muito aconselhável pois os softwares acabam por perder eficácia e tornam-se menos seguros. É fundamental que as empresas estejam sempre a par da evolução do mercado, pois só assim se conseguirão manter competitivas.

 

Oferecemos uma ampla gama de soluções na área de infraestruturas, bases de dados, segurança e performance. Participamos em inúmeros projetos nas mais diversas áreas de atividade, onde evidenciamos o nosso know how e capacidade de resolver problemas complexos, através do desenvolvimento e implementação de soluções adequadas à realidade de cada Cliente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *